cpmaffiliation 728 x 90

"ROTA DA EMOÇÕES" - PIAUÍ / CEARÁ / MARANHÃO






Rota das Emoções tem belas paisagens e atrações com muita aventura. Viagem começa na praia de Jericoacoara e termina nos Lençóis Maranhenses 




O video acima mostra a Rota das Emoções, um roteiro que inclui os estados do Ceará, Piauí e Maranhão. O destino reúne as mais belas praias do Brasil, como a de Jericoacoara, o Delta das Américas e os Lençóis Maranhenses. Jericoacoara fica dentro de uma área de preservação ambiental, a 300 quilômetros de Fortaleza, uma antiga vila de pescadores com muita estrutura de hospedagem e alimentação, mas ainda sem asfalto ou edifícios, onde até os passeios estão em harmonia com a natureza. As diárias nos hotéis para um casal custam de R$ 50 a R$ 1 mil. 

O passeio de charrete é uma opção para conhecer um dos principais cartões postais da cidade, a três quilômetros da vila, a Pedra Furada. Outra opção de chegar até lá são 40 minutos de caminhada. Para chegar à formação rochosa mais intrigante e exuberante do litoral cearense ainda é preciso descer um morro. A praia de Jericoacoara pode ser aproveitada de várias maneiras: quando a maré baixa, por exemplo, deixa de um lado da areia um rastro que se torna uma lagoa de água salgada. Ela é utilizada pelas pessoas que praticam o kitesurf. A praia é o caminho para chegar à vizinha Camocim, que fica do outro lado do Rio Guriú, que os turistas atravessam em uma balsa puxada com cordas. 

A travessia custa R$ 30. Durante o passeio, a paisagem encontra a historia do lugar, com ruínas de um antigo vilarejo que foi coberto pelas dunas. Há ainda o passeio de canoa pelo manguezal, para ver e registrar os cavalos marinhos. Custa R$ 10 por pessoa. "Nunca imaginei um contato tão próximo assim com ele”, conta a turista Paula Correia. Na Lagoa da Torta, o cardápio ao vivo é repleto de peixes. Os pratos custam de R$ 40 a R$ 80 e servem duas pessoas. De Camocim o roteiro pode seguir pelo asfalto até o próximo destino: o Delta do Parnaíba, no Piauí. O visitante mal sai da cidade de Parnaíba e já avista uma das mais de 70 ilhas que formam o arquipélago. Antes de chegar ao mar, o Rio Parnaíba se divide em cinco braços, uma formação que lembra a letra grega Delta. 

Pelos manguezais, expõe-se a rica fauna do lugar, com peixes exóticos, pássaros e até jacarés, um verdadeiro safári pelo único Delta em mar aberto das Américas. Uma ilha cercada por dunas é um dos pontos de parada de um passeio da região, onde o turista pode se deliciar com um refrescante banho de água doce. No Rio Tatus, em direção a Baía das Canárias, na maré baixa, é possível andar por uma extensa faixa de praia. São 40 quilômetros: de um lado o mar, do outro o Rio Parnaíba. De barco, é possível seguir pelo Maranhão e logo encontrar uma das mais belas ilhas do percurso no Delta. A Ilha do Caju é parada obrigatória para quem faz o passeio. São 28 quilômetros de extensão e um encontro perfeito entre dunas e mar. 

O visitante pode escolher entre as lagoas que se formam entre as dunas e a praia. Em um caminho cercado de verde, o passeio de barco pelo Delta, que custa R$ 650, mostra aves encantadoras, do pequeno grupo de garças azuis, a invasão vermelha dos guarás, que se refugiam em uma das ilhas e tingem a paisagem ao entardecer. O caminho passa ainda por um bosque de igarapés, um emaranhado de raízes sobre as águas que parece obras de arte. 

O próximo destino é Tutóia, cidade que fica em um ponto estratégico entre o Delta e os Lençóis Maranhenses. De lá, são 85 quilômetros até Barreirinhas e o trajeto pode ser feito cortando dunas, com um carro 4X4 e um guia por R$ 100. Depois, é só pegar uma jardineira e seguir em um trajeto de 30 minutos até os Lençóis. Custa R$ 60 por pessoa. Enfim, o turista chega aos famosos Lençóis Maranhenses, uma área do tamanho da cidade de São Paulo formada por dunas. É uma imensidão de areia, um deserto com água.

TV Nordeste: www.nordeste.tv

.