cpmaffiliation 728 x 90

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DO MATOPIBA É LANÇADO NO PIAUÍ

Agência vai beneficiar mais de 2.000 produtores nos estados do Piauí, Maranhão, Tocantins e Bahia.


A ministra da agricultura, Kátia Abreu, lançou na quinta-feira (14), em Teresina, o Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba, região que compreende municípios dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. A solenidade de lançamento foi realizada no auditório do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), com a presença do governador Wellington Dias e diversas autoridades. O objetivo do Plano é impulsionar o desenvolvimento econômico da região, incluindo tanto grandes como os pequenos produtores, de forma sustentável e integrada.

De acordo com a ministra, 70% do que é produzido no país vem de apenas 10% dos produtores rurais que são da classe A e B. Com a criação da Agência Matopiba, é possível unir os produtores e fazer crescer uma classe média rural, com investimentos em infraestrutura. Para isso, será necessário construir estradas, abrir ferrovias, utilizar portos e também focar em tecnologia e assistência técnica.

Técnicos da SAC visitam Aeroporto de São Raimundo Nonato
Foto: Francisco Gilásio
"Agricultura não é gasto, é investimento. Temos é que injetar recursos para o carro andar mais rápido. Muito se fala no ajuste fiscal, mas não se pode podar o desenvolvimento. Temos recursos garantidos. O agronegócio fará a engrenagem girar. Vamos dar o suporte necessário e ensinar a produzir”, disse Kátia Abreu.

Com o Plano, cerca de dois mil produtores do estado do Piauí devem ser beneficiados. No Piauí, o Matopiba compreende onze municípios: Alvorada do Gurgueia, Barreiras do Piauí, Bom Jesus, Cristino Castro, Santa Luz, Currais, Gilbués, Monte Alegre, Palmeira do Piauí, Redenção do Gurgueia e São Gonçalo. Na oportunidade, gestores destas cidades assinaram um termo para receberem R$ 150 mil, a serem destinados para a compra de um trator e aderirem ao Matopiba.

O governador Wellington Dias disse que a ideia do Matopiba é antiga, mas era muito solta. Para ele, a união vai fazer a diferença. “O Matopiba nasce em uma região com grande potencial e agora deseja, de forma planejada, trabalhar para que não apenas se desenvolva o estado isoladamente, mas que todos os quatro estados, Piauí, Maranhão, Tocantins e Bahia possam crescer de forma mais acelerada do que atualmente. Isso passa também por investimentos em infraestutura, educação e tecnologia”, explica.

Na oportunidade, o governador apresentou dados relacionadas ao agronegócio, incluindo irrigação, termelétricas, gás, petróleo e energias renováveis como a eólica.

O secretário de Desenvolvimento Rural, Francisco Limma, avalia a iniciativa como uma grande chance para o desenvolvimento do Piauí. “Com o investimento neste território, que no Piauí corresponde a aproximadamente oito milhões de hectares, temos a chance de impulsionar a produção de pequenos, grandes e médios produtores de frutas, grãos, ovinos, bovinos, caprinos, peixes e outros, além de atender questões que vão melhorar a infraestrutura. A Agência também vai cuidar de energia e estradas. É uma grande perspectiva para impulsionar o desenvolvimento desta região”, conclui Limma.